da série: cirurgia bariátrica não é milagre

uma amiga, recém operada, falou que teve a sua primeira “entalada” e eu respondi:

“é bem complicado. tem que ser pedacinhos e mastigar mto, mto, mto! eu não tenho dumping, pq não cortei o estômago (acho que é isso, vou perguntar pro dr. Flavio)

qdo entala, dá um aperto no coração, parece que jesus vem vindo.. hahaha! mas vc vai se adaptar. vez ou outra eu entalo tbm. mas tem que evitar ao máximo. é ruim, desconfortável e pode causar vários problemas.

sempre que posso eu como com garfo de sobremesa e corto a carne em filetes de meio cm e depois corto em pedacinhos de uns 2cm.

toda vez que eu entalo, tenho vontade de viver comendo sopa, mas não pode né.

vc vai notar que o ponto da carne é importante. pra mim, ela tem que estar um pouco mal passada. mto passada parece uma palha. frango tem que ficar marinado pra ficar macio, senão parece palha tbm.

peixe desce que é uma beleza. mas tem que ficar de olho no ponto tbm! principalmente sashimi. mas sashimi de peixe branco tem que ficar esperta, aquele peixe mais amarelado é borrachudo e não desce nem a pau.

palmito só dá pra comer a parte molinha. fundo de alcahofra não consegui mais comer. aspargos tbm, só a parte molinha. miolo de abacaxi, tem que mastigar horrores.

não consigo comer pão. principalmente integral. é tão pesado que parece a morte. mesmo casca de pão francês não rola. macarrão eu já comi, bem pouco e não é fácil. eu evito ao máximo carboidratos.

o que mais?

ah sim, já dei umas escorregadas, comendo doce. chocolate, esse maldito, desce bem (tento manter distância sempre. postei essa semana uma foto de bomba de chocolate que faz sucesso aqui na agência. comi, entalei e fuén. por causa da massa né? gelatina não parece tão apetitoso, mas é o mais prudente a fazer. e frutas. mtas frutas. eu sempre tapeio com uma canela qdo tô na fúria do doce, que é a minha fraqueza. luto contra todo santo dia.

falando em frutas, banana acho pesado. se colocar no microondas fica mais fácil de comer (com canela, hummm). mamão é uma belezinha, mas tem sempre que mastigar mto! tenho comido mto melão e melancia. aís sim vai que vai!

tomate e pimentão eu tiro a casca. o tomatinho grape, sabe? é o que tem a casca mais dura.

dependendo da uva não dá pra comer a casca. não sei agora o tipo, mas vou prestar atenção e te falo.

talo de agrião e rúcula eu tiro. de resto, todas as verduras descem bem.

conforme eu for lembrando, eu atualizo vc.”

essa foi a minha primeira refeição pós-dieta líquida/pastosa. 1mmmmm =P

About these ads

8 responses to “da série: cirurgia bariátrica não é milagre

  1. claudia g de assunção

    eu tenho duping e te digo é terrivel, eu só não me dou bem com maionese e massas, e ainda não perdi o costume de comer rapido o que de vez em quando me da duping, principalmente quando esqueço que fiz a redução, agora o que me faz ficar ruim mesmo e vomitar é a MELANCIA, EU A-D-O-R-O e me faz um mal desgraçado

  2. E você vai perceber que, com os anos, você tem mais tolerância… eu já consigo comer muita coisa que antes não comia. Farofa é uma que ainda não consigo direito. Pão eu como super bem, mas esse ponto das carnes é super importante… É exatamente como vc falou, carne mal passada, frango ensopado..

  3. achei q dps de 1 ano da cirurgia algumas coisas ja estariam mais tranquilas…tenho alguns amigos operados q hoje comem quase normalmente…ou vai ver q eles ja estao tao treinados q eu acho q é normalmente, mas nao é…
    Força ai!
    bj
    C

    • acho que depende do tipo de cirurgia. a minha dificulta a passagem dos alimentos, não tem jeito.
      e deus me livre voltar a comer normalmente. quero continuar comendo igual a passarinho. tô feliz assim

  4. zazza! Que coisa engraçada (calma, não me xingue!) você descrever como que é estar “entalada” e eu sentir como se você descrevesse como eu me sinto! Eu não fiz cirurgia bariátrica, mas desde o ano retrasado que eu não consigo comer da mesma forma. Já senti vontade de morrer ao comer um pãozinho e ele entalar na boca do estômago como se eu tivesse engasgado e aquilo fazia faltar ar, daí a esperta aqui falava “vou mandar uma coca-cola pra dentro que desentala” INFERNO NA TERRA! Saíam lágrimas dos meus olhos e a sensação não passava… Daí comecei a ter isso com carne também. Aprendi a cortar em pedacinhos muito pequenos, pq a ogra aqui comia pedaços de carne do tamanho daqueles de espetinho, que de inho vem só o nome. Tive que aprender a comer com delicadeza, reeducação pra conseguir comer. Acho que a fase de não saber como comer deve ser a mais desesperadora pra quem faz a cirurgia, porque pra mim que não fiz e passei por algo parecido foi como se eu fosse morrer por não conseguir comer…
    Parabéns pela iniciativa de mostrar cada detalhe do processo. As pessoas carecem de informações que só quem já passou pela situação pode falar com propriedade! Um médico pode dizer como você vai se sentir, mas ele não vai dizer que você vai querer morrer e nem que você vai se sentir um lixo, ele sempre vai dizer que você vai ter um desconforto mas depois da adaptação passa.

    • obrigada babe!
      o médico fala em fase de adaptação mesmo, e que depois vai passar. é nada. vou viver eternamente assim. mas tô felizona com os resultados.
      beijocas!

  5. Zazza, acho ótimo vc partilhar sua experiência, maravilha!!!
    Bjs, sua linda!!!E aquela minha amiga está bem mesmo…graças a Deus, já perdeu 12kg…

  6. fui ontem na nutricionista a abençoada me mandou comer pão integral quase morri.

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s