forever beloved

achei essa carta que escrevi… uns 3 anos atrás…
é interessante ver como eu pensava, as coisas q eu sentia… enfim… bateu saudade…

Eu realmente gostaria de entender o que se passa… sei q eu, e somente eu, tenho as respostas para esse questionamento.. mas, feliz ou infelizmente, eu não consigo achar uma resposta, um motivo plausível para o que estou sentindo…

Um dia vc me disse que acredita que o amor nasce ao mesmo tempo nos corações das duas pessoas envolvidas… gostaria muito de acreditar nisso, mas o fato é: se isso é realmente verdade, o que eu sinto não é amor?! Digo isso pq… a intensidade é diferente… sou adulta o suficiente para admitir que eu gosto muito mais de vc do que vc de mim… é triste encarar isso, mas é verdade… não que o amor possa ser mensurado, mas dá pra discernir quando existe um “desnível” na intensidade do sentimento que uma pessoa sente pela outra…

Talvez sejam maneiras distintas de demonstrar um mesmo sentimento… sim, isso existe de fato… mas não sei se prefiro acreditar que este é o nosso caso ou então encarar uma cruel verdade: este sentimento é unilateral e só meu…

Não estou dizendo que vc não gosta d mim, mas o que parece, [e chego a ter quase certeza] é que simplesmente vc gosta de mim apenas como uma amiga, alguém que vc admira, tem carinho e ponto final.

Ah como eu queria que tudo isso que escrevi fosse uma grande bobagem da minha cabeça e que na verdade, vc me amasse o tanto quanto eu te amo… sim! Eu te amo… e não é novidade para ninguém, muito menos pra vc…

Sei que é amor o que eu sinto pois já amei antes…

Essa vontade incontrolável de estar junto, essa ânsia pela espera de um contato, uma mensagem, um mail, de ouvir aquele “plim” da janelinha do msn quando vc fica online… a felicidade indescritível que eu sinto quando ouço a sua voz e também quando vc mexe no seu cabelo e dá aquele sorriso de quem sabe que está fazendo a mocinha aqui perder o fôlego…

O que me intriga é que vc é tão carinhoso, tão preocupado, atencioso… sei lá… de alguma forma vc sempre se lembra de mim, nem que seja para me mandar um sms apenas escrito “Amor” às dez da noite…

Meu Deus!!! Como não gostar de um homem que me ouve, me compreende e que torce por mim?! Pouco me importa se existem empecilhos… esse homem me faz feliz [mesmo sem ter plena consciência disso] pelo fato de existir, estar na minha vida e no meu pensamento desde o momento que acordo até aquela hora em que coloco minha cabeça no travesseiro pensando no dia que tive e sonhando com o dia em que finalmente poderei abraçá-lo e olhar no fundo dos olhos desse homem que mexe tanto comigo e dizer: “como eu gosto de vc!”…

É isso… vai ver não exista mesmo uma resposta… afinal, como já comentamos um dia, certas coisas, quando explicadas, perdem o encantamento… mas eu quero ao menos te ver… que fosse a última vez, só para ter a certeza de que, o que sinto, não é uma fantasia da minha cabeça, muito menos um capricho… ver vc pra guardar ao menos uma lembrança de um homem que, mesmo distante, trouxe mais luz para minha vida e que me faz acreditar que não existe nada nesse mundo que impeça uma pessoa que realmente ama [e amar dói…], de ter esperança de que um dia… ah, um dia… o amor de fato nasça ao mesmo tempo nas almas de duas pessoas tão distantes fisicamente…

Acredito piamente que nada, nada, nada nessa vida é por acaso… acredito em destino… e sei que nele, em algum momento está escrito que algo de muito maravilhoso vai acontecer entre nós dois… é isso que me faz, a cada dia, ter a certeza que aquele “soco’ que senti no peito no momento que eu vi vc, é algo extremamente especial…

Te adoro muito! [para não dizer mais uma vez que eu te amo…] e talvez, um dia eu olhe para trás e dê risada lembrando de como me enganei alimentando um sentimento que não era para existir… mas prefiro acreditar que um dia olharei para trás sim, mas logo em seguida, olharei para o meu lado e te darei um beijo que, se pudesse ser traduzido, significaria: “Obrigada por todo amor e por me fazer tão feliz…”.

Beijo enorme meu lindo…

Dan…

fe_belli_beloved

_listenin’: next 100 years _ bon jovi

Anúncios

One response to “forever beloved

  1. Não viva a catar cavacos… a admirar gravuras desbotadas (q não passam de rascunhos do presente!). O que vale é o presente (esse sim, reflexo do futuro!). A vida evolui em um ÚNICO sentido: PARA FRENTE. Alguém aqui conhece quem fez essa travessia em sentido inverso? pois é… nem eu!
    O tempo q perdemos revisitando gares já conhecidas só nublam a visão para as estações q virão!
    O trem vai adiante!
    Não o perca!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s