tommy

agora não tem mais festa qdo eu chego em casa…

não tem mais latidos de ciúme qdo alguém abraçasse minha mãe…

não tem mais bagunça na piscina…

não tem mais a doçura e o olhar brilhante…

não tem mais rabinho abanando com uma bola na boca, louco pra brincar…

não tem mais a companhia pra tomar sol…

o que restou?! uma saudade imensa e minha pasta a2 roída, da época que ele era um filhote…

os potinhos de comida e água foram jogados fora, junto com os malditos comprimidos pra reumatismo que acabaram com o coração dele…

lembro o dia que fui comprá-lo… com o dinheiro do meu primeiro salário… aquele cocker pretinho com cara de bonzinho…

foi embora já grisalho…

ele só esperou minha mãe chegar em casa pra partir…

um aperto no coração e uma saudade imensa…

obrigada, tommy!!!

tommy

_listenin’: the opera rock tommy _ the who

Anúncios

One response to “tommy

  1. Lindas suas palavras Dan, tenho certeza que de onde ele estiver ele continua com a bolinha na boca abanando o rabinho contente por todo amor e carinho que dedicaram a ele viu.
    Conte comigo pro que precisar Danzinha..

    beijos grande no coração
    Mile

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s