regras pra ser / ter um fuck friend

falando em fuck friend…

regras básicas para ser e ter um fuck friend:

1_ não se apaixonem. como diria o boss do austin powers “whatever you do, don’t fall in love”. é isso. não se apaixone. senão, ao invés de ter algo gostoso, vc terá dor de cabeça…

2_ sejam honestos. sexualmente falando… ainda mais se vcs transam sem camisinha! se vc namora ou transou com outrem e não usou camisinha. avise! afinal, se vc não se importa em pegar doenças, a outra pessoa sim… e vai saber se sua namorada (o) é mesmo fiel…

3_ sejam honestos. emocionalmente falando… se um dos dois começar a se envolver com outrem ou com o ff em questão, deve ser dito… pq pra ser ff os dois tem como um dos objetivos a trepada, e se um trepa e o outro “faz amor” (tem coisa mais brega?!), algo está errado…

4_ permitam-se. ele é seu amigo. faça com ele tuuuuudo o que vc sempre quis fazer! no boundaries! se sua vontade sempre foi ser uma devassa mas seus ex só faziam papai-e-mamãe, aproveite! traga à tona essa hilda furacão que habita seu útero!

5_ conversem. conversem mto! sobre tudo! a transparência é o grande segredo dessa relação baseada na amizade e na horizontal… afinal, vcs tem que ser íntimos… e a intimidade começa fora da cama (carro, escada de incêndio…)

6_ conversem sobre sexo. tem coisa maaais gostosa?! isso é mto importante pra que a transa de vcs seja sempre sensacional! afinal, vcs têm que se permitir, mas imagina se vc vira um tapão na cara do seu ff e ele detesta isso… climão, né?!

7_ se respeitem. respeito é ótimo em qualquer situação, néam?! nessa situação então… nem se fala… pq não é fácil ser / ter um ff… é mega delicado!

8_ não pressione. afinal, vcs são amigos! aliás, nem namorados devem se pressionar… não entre na roubada de “onde vc vai?! onde vc estava?! com quem?!” se importar é uma coisa, cobrar é outra. portanto, watch your mouth!

9_ sejam atenciosos. afinal, vcs são amigos! nenhum de vcs é um pound of flesh… faz bem saber o que se passa na vida do outro, estender a mão, dar colo, acolher… saiam pra beber e pirar… saiam pra tomar um café e falar coisas sérias… é uma delícia ter com quem contar… ter alguém que saiba seu estado só pelo tom da sua voz… é priceless!

10_ compartilhem. afinal, vcs são amigos! compartilhem problemas no trabalho, na família… compartilhem seus ombros… compartilhem experiências, posições, o chuveiro, a cama, o edredon e até o cigarro pós… compartilhem suas frustações e vontades sexuais e, mais gostoso ainda, planejem como vcs vão resolver isso… e façam!

11_ se curtam. alimentem essa delícia que vcs vivem… provoquem um ao outro, surpreendam um ao outro… sacaram, né?! pra bom entendedor…

12_ aproveitem! aproveitem mto, aproveitem bastante! é uma experiência única (não necessariamente única experiência) e deve ser vivida plenamente. sem encanações, sem cobranças, sem pudores…

13_ gozem horrores! preciso dizer #comofaz?! não né…

26-polasmall

p.s.: vale ressaltar que para ser ou ter um fuck friend, vc deve ser solteiro, livre e desempedido. se vc namora, é casado, forget ’bout it… casualidade não combina com horários fixos e compromissos do lado de fora…

_listenin’ sex on fire _ kings of leon

7 responses to “regras pra ser / ter um fuck friend

  1. Etiqueta F*ck Friend!

  2. Lovely! Inspiring! Tudo de bom! Ler esse texto foi por assim dizer, uma experiência perturbadora, pq infelizmente ou felizmente, já vivenciei tudo isso. Ele é um retrato falado ou até mesmo, uma auto-biografia de um momentum de mi vida. Impossível negar que foi maravilhoso. Até que chegou o ponto em q me vi 1000% dependente de tudo aquilo, ou seja, violei a regra mais sagrada de todas as listadas acima: 1_ não se apaixonem. Poizé! E o triste disso tudo é que msm depois de 3 meses, ele é ‘o cara’ que mais me completou até hoje…

  3. Você fala de não se apaixonar, mas está viajando e se contradizendo nas regras 9 e 10. O ff devia ser um “brotherzinho”, mais um colega. Senão você está pedindo pra se apegar não acha? Compartilhando tanto, vai ficar dependente emocionalmente dele.

  4. Olá, estou vivenciando isso com uma mulher 14 anos mais nova do que eu, que tenho 36. Confesso que estou meio perdido emocionalmente. Fico com receio de falar sobre como o risco que existe de um de nós se apaixonar pelo outro e esse assunto vir a assustá-la. Afinal, ela é bem mais nova do que eu e certamente está mais habituada com este conceito de relacionamento. Deve ser mais fácil~separar as coisas.
    Por enquanto vou levando pelo instinto e pelas suas opiniões daqui.
    No final, seja lá o que der, valerá a experiência.

  5. Gostei muito da sua abordagem. Tenho uma “fuckfriend” com menos 10 anos do que eu, há mais de 5 anos. Temos uma relação muito especial, sem exigências de parte a parte, sem obrigações. Partilhamos todos os nossos problemas e todas as nossas emoções. Só tem um pequeno problema: ambos somos casados…
    E quando qualquer coisa corre mal no nosso matrimónio, toca a desabafar…
    Sabemos mais da vida um do outro que os nossos matrimónios.
    Tentamos afastar a paixão entre um e outro mas de vez em quando tenho receio que haja algo mais. Quando eu fico com ciúmes (e nunca fico de mais ninguém), quando ela torce o nariz e bate a porta por me ver com outra amiga…
    É uma relação muito especial que eu não perderia por nada deste mundo.
    O sexo, talvez mude um pouco as coisas sim.
    Mas nunca perderia esta amizade por nada neste mundo.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s