churras, chás de cozinha e afins

ridiculo esse lance
“é meu aniversário, vai rolar um churras em casa, tragam bebida e cerveja”
q poha é essa?!
gozar com o pau dos outros?!
quer fazer uma festa, faça. não tem grana, sossega!
assim. acho foda fazer isso em aniversário. encontro tudo bem.
tenho pavor de pedir coisas pros outros
tenho o mesmo sentimento com lista de casamento.
eu q vou casar poha! pq vou pseudo-exigir presentes?! acho uoh!
lista de presentes é cretino pq cada um com os seus problemas!
foda-se q vc vai montar uma casa c/ sua esposa. pq eu tenho q ajudar?!

tá qro mudar a deco do meu quarto… aí eu faço um jantar em casa, chamo os meus amigos e no convite, faço uma lista com o q eu qro.
um traz o abajur, o outro uma tv. é justo?!

a decisão de casar e montar uma casa é minha e do cara q casar comigo. é nossa responsabilidade. pq caraleos eu tenho que pedir as coisas pros outros?!

todo maldito cartãozinho de “minha lista está na casa do caraleo presentes” grudado no convite é mandatório!
e só o fato de fazer a lista já é meio q “meu, compra um aparelho de jantar pra mim?!”
amigos meus q casam, eu dou grana.. aí eles pagam ou compram o q quiserem!
pq vc dando grana pros noivos, já ajuda a pagar uma parcela de viagem, condominio, iptu, carro.. bem mais útil!

“nossa, mas que deselegante dar grana, danuzza!”
deselegante é fazer lista! sorry!
é deselegante pedir pra noiva, melhor amiga de infancia o numero da conta e depositar 500tinho?! puta deselegância legal!
é o preço de meia lavadora de roupa (mentira, não sei qto custa uma lavadora de roupa, mas é uma graninha boa!)
afinal, um faqueiro não vale como pagamento dos óculos engraçados e anteninhas de led mega criativas que rolaram na festa enqto todos pulavam e cantavam em uníssono
“o amoooor é o calooooor que aquece a-al-ma”

e chá de bebê, chá bar, chá de cozinha.. essas merdas?!
eu não vou a esses eventos.
cometi o erro de ir a um evento de cada. uma bobagem tão grande…
pelo menos pra mim..
olha q eu sou mega bem humorada… mas essas brincadeirinhas idiotas desses eventos são um soco no estômago

e a gravata do noivo?!
sempre tão constrangedor…
ficar arrastando o coitado pseudo-bêbado pela gravata em troca de notas de  5 reais
com sorte aparece uma de 20 ou 50!
e tem a modalidade do sapato da noiva.
gente! gente! gente! parem com isso, por favor!

antes de casar ou ter bb vou reunir os amigos, jantar ou almoçar…
jogar conversa fora… sem necessidade de brincadeira mega sem graça valendo escumadeira… e não, não tô esculhambando poha nenhuma
quem gosta, bom proveito!
só não conte comigo pra pintar cara de noiva com batom cor de uva e dar risada.

Sent from my iPhone

Anúncios

9 responses to “churras, chás de cozinha e afins

  1. Bom, eu tô casando…
    E o buraco é bem mais embaixo.

    Beijoka!

  2. 100% de acordo! O que eu tenho que alguem ta casando, gastei uma puta $$$ pra montar todo meu apto e não pedi nada pra ninguem, muito melhor que olhar a TV graças a alguem!

  3. Post de solteirona. Se você se casar um dia, sua opinião deverá mudar completamente. Mas eu digo casar, morar junto não conta.
    Nesse dia, é só voltar aqui, editar alguns parágrafos e postar novamente.
    Até lá, faça o que achar melhor, $ ou presente são bem vindos para quem está casando.
    abs,
    Andre.

  4. concordo em gênere, número e grau. é o ó esse negócio de listinhas de presente. Tô fora tbm !!! mega contrangedor !!!

  5. \zza
    Tinha a mesmo opinião que a sua, até q um dia me casei, e tive filhos! E pior do que listinha é ter que responder à pergunta: O q vc precisa? Pô, preciso de um monte de coisas… faço uma lista do que preciso, e vc compra o q quiser, onde quiser, se quiser! Nada de convite com cartãozinho… se a pessoa perguntar, eu falo da lista, senão, fica por isso mesmo!
    Mas confesso q no meu chá de bebê eu coloquei a lista no convite… achei mais chato colocar aquele papelzinho com o presente do que fazer uma lista das coisas q realmente preciso e a pessoa comprar aquilo que lhe convier…
    Listas são deselegantes… mas quem precisa de finesse qdo se precisa de uma mão na roda? #ogradamontanha
    Jokas da Mi

  6. A D O R E I o seu texto! sensacional, concordo plenamente com vc! Se não pode bancar, desista do seu sonho não é mesmo? As pessoas hj em dia comentem essas grosserias como se fosse super natural né? Que mundo é esse! também fujo desses “eventos” furados.
    * Só uma observação: exagerou nos palavrões hein?! tão sensata! e escreve tão bem! só acho que pegou pesado pra uma moça.

  7. hahaha…dá hora…

  8. Oi lindona.
    Como já falamos disso pelo twitter, eu sou super contra chás de bebê, onde a gravidíssima tem que fazer o papel de palhaça (literalmente) em troca de alguns presentes e diversão (para os convidados).

    Sou muito chata com presentes e prefiro eu mesma escolhe-los.

    E o evento em si acho uoh também. Uma grávida no final da gestação, geralmente, está inchada, engordou pra mais de 10kg, cheia de estrias novas, aquela linha nigra atravessando barriga ao meio e ter que desfilar com rabiscos pelo rosto e corpo é ridículo e humilhante pra coitada. É o que eu acho. Mal gosto total. (principalmente de quem a alopra e sempre tem um(a) infeliz que se diverte horrores com isso)

    Claro que tem um propósito, afinal, as coisas no Brasil são caras e a situação (especialmente a maternidade) não é fácil pra ninguém.
    Mas não precisamos fazer um circo. Diversão sim e no que se encaixar nisso eu topo.

    Como te contei, fiz um chá de fraldas.
    Fiz churrasco, já que era verão e foi mais um evento pra reuniar pessoas queridas do que receber presentes. Pedi apenas fraldas e não esperava ganhar tantas coisas. Banquei tudo e só não levei cerveja porque eu mesma não podia beber. rs
    Isso me livrou das saídas pra buscar os pacotes de fraldas na farmácia durante um ano. E eu amei receber o carinho e me sentir tão querida pelas pessoas que trabalhavam comigo. É o simbólico, o valor sentimental.

    Fazer uma festa, confraternização, celebração, reunião, é muito importante. Fica marcado, com certeza e com carinho.

    Mas também sou a favor de dar/receber dinheiro, do que escolher um jogo de talheres ou panela de pressão. Evita presentes de mal gosto, presentes repetidos e por aí vai.
    Só que nem todos são ‘generosos’ na hora desse tipo de agrado. Vai da condição do bolso ou da proximidade da pessoa.

    O lance da gravata não tenho nada contra. Pagando o salão de festas tá ótimo.

    No final, presente a gente sempre acaba ganhando, pelo bebê ou pela casa nova, de parentes e amigos queridos. Não precisa pedir pra deos e o mundo comprar x na loja tal.

    Entendi seu texto. Fazer lista de presentes e cobrar por um é como taxar o valor do convite para a festa do meu casamento. (E existem listas monstruosas e presentes absurdos)

    Tenhamos bom senso e bom humor, gente.

    Beijo, Zza.

  9. Amiga, falo por mim, não fiz chá de panela e muito menos de bebê, tive dois filhos e não pedi nada, ganhei muita coisa, mas pq cada um quis dar… no casamento até fiz uma lista das coisas que faltavam de tanto que o povo pediu, mas acho um porre aquelas brincadeiras, tenho ido a chá de fraldas, mas os que fui foram tranquilos e sem brincadeiras sem graça… Quem gosta de fazer legal, mas pra mim não rola. Adorei o din din que me deram pra viagem, foi óteeeeeeeeeeemoooo!!!Bjs, queridona!!!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s