topa tudo por dinheiro – parte 2

Má ôe! Quem quer dinheiroooo?

Vi um post no Facebook hoje que me fez pensar. Estão exigindo todas as especialidades possíveis dos profissionais:
“Criativo, Proativo, 3 ANOS DE EXPERIÊNCIA em agência de publicidade, Inglês, Português, Desejável espanhol, On, Off, PDV, Filme, Social Media, Branding, Estratégia Criativa, Revisão simples. Possuir carro é diferencial – SALÁRIO: R$1.500 (Pejotinha).”

Lembrei que muitas vezes o processo pra uma vaga desse jeito é longa e chata pra cacete. E geralmente envolve dinâmica em grupo.

E dinâmica em grupo é uma maravilha néam?
Parece pegadinha do Silvio Santos
Mico define.
Todo mundo é perfeito e nunca foi demitido
Todos são voluntários e reciclam o lixo do bairro inteiro
Todos são simpáticos, eficientes e provavelmente não entram no MSN ou no Facebook durante o expediente
Muitos têm inglês-intermediário-de-escola-de-idiomas
Conseguem pedir um cheeseburger, falam “I love you” mas não conseguem conversar nada além do “nice to meet you to”.

Quando eu era chamada para dinâmicas em grupo eu já sentia um frio na espinha. Não de medo, mas de “ai que saco”!
Eu acho uma palhaçada colocar homens e mulheres de ternos e scarpins, sentados no chão de uma sala com papel crepon, canetinhas e revistas para “desenvolver um produto”.
“Queremos ver a criatividade de vocês” – diz a entrevistadora.
Ai que preguiça disso!

Aí que o tal produto fica pronto e é uma patacoada sem limites. As pessoas enfiam conceitos sustentáveis, features impossíveis e fazem uma apresentação acalorada de um cubo de cartolina cheio de papel pendurado que não faz o menor sentido – nem pra mim nem mesmo pra eles. O cubo?! Um transformador energético de folhas de árvores que caem. Abastece um prédio inteiro.

Um dia, numa dessas de criar produtos, peguei duas folhas de sulfite, deixei uma em branco e na outra desenhei um logo. Na hora da apresentação eu disse que eram toalhas de banho. Mas não qualquer toalha, elas eram descartáveis, para hotéis / motéis e existia a opção de logo destacável, que era na verdade, um sabonete. Plausível?! Nem tanto, mas colou.
Também não tô falando que eu sou genial. Apenas que acho mega desnecessário montar monstros com recortes de revistas pra garantir um emprego.
Se ganhei o emprego?! Sim. Não sei se por causa do produto, da apresentação, da minha postura nada robotizada ou porque eu não me matei pra criar algo mirabolante e fiquei sentada observando enquanto a galera se matava.
Comentário da entrevistadora: “Tem que ter personalidade e segurança para apresentar algo assim”

E os abraços?
Fia, não vou abraçar ninguém que eu não conheço pra trocar energia nem pra elencar qualidades e defeitos de quem tá tão tenso quanto eu!
Fitas entrelaçadas, bexigas que nunca podem cair. Sério. Não dá.

E quando eles mandam escrever a tal da “bula” com posologia, contra indicações, modo de usar e procedência do produto “eu”?! Sobram Eduardex, Vitamina zza, RevIGORante, Danuzzil, Carolinina e falta Gardenal. Geralmente é assim:

– Eduardex: revigora e te deixa ativo (uy!)
– Posologia: durante a semana, tomar altas doses da 9h as 18h, mas pode tomar doses até as 21h (aqui ele mostra q é workaholic incansável e não se importa em ter q fazer hora extra)
aos finais de semana, tomar doses ao passear com o cachorro da avó no parque ou saltar de paraquedas em Atibaia (aqui ele mostra que valoriza a família, é generoso mas também é radical, aceita correr riscos)
– Contra indicações: não recomendado para quem tem falta de criatividade (Gente! O Steve Jobs está entre nós!)
Oi né?!

E na hora de pontuar qualidades e defeitos?!
“Eu sou mto perfeccionista”
Sério. NAonde que isso é qualidade?!
Perfeccionista = pessoa chata, puxa saco e que se acha mais competente do que realmente é.

“Meu defeito?! Difícil falar isso de nós mesmos, né?! Mas me acho mto ansioso…”
O cara não consegue apontar um defeito nele, sacaram?!
Ansioso quase todo mundo é, porra! E isso não é necessariamente um defeito…
A não ser q a ansiedade leve a pessoa a perguntar de 5 em 5 minutos se o job tá pronto. E se esse for o caso, tome uma Carolinina, um Gustavil ou o tal do Rivotril… (É para isso que serve o Rivotril?!)

“Sou proativo”
Esse é um clássico! Já disse o sábio que, para uma pessoa proativa, a gente tem que dar uma vassoura! Ou nem dar né?! Pois se a pessoa for realmente proativa, já estará varrendo o chão enquanto espera um email ser impresso, né não?!

Nesses casos de defeito/qualidade eu uso uma característica muito forte que eu tenho e traduzo como defeito e qualidade.
Sou teimosa pra cacete e isso é um defeito, posso me tornar chata e autoritária. Mas a teimosia me leva a ser determinada, o que considero uma qualidade, pois não desisto facilmente das coisas e sempre termino o que começo. Simples assim. Não menti nem omiti nada. Quer dizer…

Tem um teste que geralmente é aplicado, que consiste em trocentas questões com duas alternativas, e você só pode assinalar uma:
( ) gosto de sair com meus amigos
( ) prefiro sair com meu namorado
Eu gosto dos dois, porra!
( ) me sinto a vontade quando me elogiam
( ) gosto quando me ser reconhecido pelo meu trabalho
The same shit!

O pior é qdo a entrevistadora pergunta no meio de 20 pessoas qual era seu último salário. Primeiro que é indelicado e depois… Wow! Nunca vi tanto milionário junto! Pelo que eu vi nas dinâmicas, cara que era auxiliar de escritório ganhava 20 salários mínimos! Gente! Eu tô fazendo muito errado!

E cá estou eu no final do expediente escrevendo para o blog e correndo atrás de um dia ganhar alguns muitos salários mínimos…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s