Category Archives: Uncategorized

4 anos de banda

Ontem fez 4 anos que coloquei minha banda gástrica. Não tenho muitos motivos pra comemorar. Pq no final do ano passado eu estava passando mal e vomitando até a minha alma pq nada mais descia. Cheguei a desmaiar numa prova do meu vestido de noiva pq minha pressão baixou pq eu não conseguia mais comer.

Abri a banda e nunca mais tive que sair da mesa pra vomitar pq eu entalava até com um suco de laranja.

Em 2013 fui à nutricionista, comecei a fazer exercícios funcionais, me dediquei dia após dia e alcancei o corpo que eu queria. No meu mundo não tem lanche grátis. Tem que se esforçar mesmo.

A cirurgia ajudou muito, mas, para mim, tem mais contras do que prós. Hj quase nunca me lembro que tenho a banda, o que faz com que eu tenha que me esforçar cada vez mais, todos os dias, pra ter o corpo que me deixa feliz. E não é fácil. Agora depende só de mim.

Ano que vem quero ter muitas boas histórias pra contar nessa mesma data.



segue o jogo

das obviedades.
é bom aprender que cada um tem que quebrar a própria cara pra aprender a viver.
não dá pra tentar colocar colchão debaixo de todo mundo.
não dá pra tentar abrir os olhos de todo mundo.
no fim, vc pode se tornar o grande filho da puta, insensível.
no fim e lá no fundo, todo mundo sabe onde está pisando.
a gente tem que viver e se foder pra aprender.
essa é a verdade.

IMG_2759

felicidade

felicidade na vida é não sofrer por amor.

521565_522474274461995_1902987150_n_large

pra que essa insegurança, gata?

aí é aquele parto pra arrumar um namorado
e qdo arruma, enche o saco do cara, vasculha a vida, controla, liga 234762857 vezes por dia
e fuça todas as redes sociais
pra que essa insegurança, gata?
vc acha que ele não presta?
então caia fora
vc acha que ele te chifra?
acho que ele não seria burro de fazer isso abertamente
ah, vc tem a senha do email, facebook e twitter dele?
novas contas estão aí para serem feitas
sabe aquilo que a nossa mãe diz “quem quer faz”
serve pra tudo
pro bem ou pro mal
se o seu relacionamento te consome ou te estressa mais do que te dá prazer
repense
amar não é sofrer
se sou eu a viver num relacionamento insano desses
trairia só pela risada
então, se acalme e viva

mexe comigo!

sofrendo por idiotas

que atire uma pedra quem nunca se apaixonou em 10 segundos!

o cara é legal, o máximo! você dá um jeito de perguntar o dia do aniversário dele. afinal, os signos têm que combinar, sinastria amorosa é vida!
papo vai, papo vem, entre beijos e risadinhas soltas, você escaneia o moçoilo e faz um filho perfeito na sua cabeça: “os olhos dele, a minha boca, o nariz dele, o meu cabelo..” bebê johnson à vista! mas todo bebê tem que ter um nome. e sim, você já fez a combinação na sua cabeça: maria clara de orleans e bragança. perfeito!

você se agarra em todos santos, anjos e arcanjos pensando “eu não vou transar com ele. não posso trepar com ele. senão ele vai achar que sou vagabunda e vai me deixar”. ele te liga depois do encontro dizendo que chegou em casa e você acha q isso é quase amor…

e sim, você vai dormir pensando que ele vai te mandar sms de “bom dia”, que pelo msn ele vai te convidar pro combo cinema – jantar – esticada. mas a vida, essa engraçadona, faz com que ele te convide na quinta-feira, às 19h “vâmo tomá uma breja?”. e você, tonta sai correndo pro shopping pra comprar lingerie nova e dá um tapa, com gilete e chuveiro, na depilação que está quase vencendo.

posso contar uma coisa?
ele não gosta de você. sério.

ele não vai reparar na lingerie e não faz a menor ideia da odisséia que foi até você surgir linda no banco do passageiro do carro dele. aliás, ele tem carro né? porfa. era só o que faltava você se arrumar toda e ainda buscar o bonitão em casa. não trabalhamos com delivery para não sócios.
vocês vão jantar e, relutante, mas com um fogo enorme, quando se dá conta, tá trepando loucamente com ele. e arrasa! pronto. você deu o hadouken sexual e ele tá no papo! aham! vai nessa..

você conta pra todas as suas amigas que ele é o cara! romântico, cavalheiro. até carinho nos seus cabelos ele fez depois de gozar.
A-P-A-I-X-O-N-A-D-A!

passa sexta, sábado, domingo. você não liga “pra não pressionar, né?”. eis que ele surge e fala rapidamente com você por msn na terça. já é quarta e nada… na quinta, você mulher forte e decidida, liga e ele diz que tem compromisso durante o fds inteiro. aniversário da prima da avó é realmente imperdível.

você siacaba e acha q o problema é com você.
olha, pode até ser… mas ele também não sabe o que quer. ou até sabe. vai ver ele quer espalhar o amor por aí enquanto você quer guardar o amor numa caixa linda e ficar abraçadinha na fila do cinema.

então você chora, se descabela, de nada adianta. você se estilhaça ainda mais relendo papinhos de msn e relembrando uma época (oi?) que você achou tão boa e promissora. então fica uma dor incrivelmente ridícula e perturbadora e uma saudade descabida, não é?

e não. isso não faz a mínima diferença pra ele, saca? só você, queridinha fica aí em cólicas pensando o que aconteceu de errado ou no que poderia ou pode dar certo – pois você não pensa em desistir.

vá viver sua vida, mulher!

tempo, tempo.

pronto. passou.

então chega o dia que você fica de papinho com outro e o processo se reinicia.

um dia você acerta. não foi isso que a sua mãe te disse?

you make me live

you make me live
whatever this world can give to me

it’s you, you’re all I see
you make me live now honey

you make me live
you’re the best friend
that i ever had
i’ve been with you such a long time

you’re my sunshine
and i want you to know
that my feelings are true
i really love you

you’re my best friend
you make me live
i’ve been wandering round
but i still come back to you
in rain or shine
you’ve stood by me

i’m happy, happy at home
you’re my best friend

you’re the first one
when things turn out bad
you know i’ll never be lonely
you’re my only one
and i love the things that you do

you’re my best friend
you make me live

[john deacon, queen – 18/05/76]