Tag Archives: sexo

que a força esteja com você

De tudo inventam, mas estes são protótipos feitos no Photoshop sobre os produtos já existentes da Lelo.
Mas faltou um que acenda, tipo um sabre de luz

Star Wars Lelo Vibrators hero IIHIH
C-3PO G-Spot Vibrator

lord vader star wars vibrator

R2D2 Personal massager star wars sex toys

StormTrooper couples massager Star Wars IIHIH

E tem os Vingadores tbm 😉
avengers sex toys

pole dance, corpos lindos e musiquinha boa

blurred lines

eu estou apaixonadíssima por essa música!
já gostava do pharrell desde a época que ele gravou boys ~sometimes a girl just needs one~ com a britney.
daí pra curtir n.e.r.d. e acompanhar o trabalho dele foi pá pum.

blurred_lines

voltando para blurred lines…

a música, na verdade é do robin thicke, cantor e compositor que já fez músicas pra mary j. blige, christina aguilera, usher e outros fodões por aí. e pra completar o time da música, tem o rapper t.i. delicinha.
ah sim, não posso deixar de citar o sample com gritinhos do michael jackson ❤

essa é a versão ~proibidona~ do clipe, com mulheres lindas fazendo topless.
btw, as dancinhas da morena (a modelo emily ratajkowski) são as mais engraçadas. adoro gente linda que parece louca.

cliquem no link, apertem o play e divirtam-se!

i hate these blurred lines / i know you want it / but you’re a good girl / the way you grab me / must wanna get nasty / go ahead, get at me

asphyxiation

tão, tão sexy esse clipe de asphyxiation do autoerotique
a música é meio irritante pra quem tá véia como eu, mas vendo os corpos, dá até orgulho de pular a sobremesa 😉

sabe o que esse passarinho faz?!

legal esse abajur né?!

ele se chama love bird e foi desenvolvido pelo designer libanês marc dibeh

mas pq love bird, zza?!

yes crianças! é um vibrador!

a venda de sex toys em países do oriente médio é complicada
para facilitar a vida das pessoas, marc criou esse abajur que pode ser vendido assim, em qquer vitrine!

e olha só que legal…
qdo o passarinho está no abajur, fica assim

e qdo o passarinho está em outro lugar… a luz fica vermelha

classy, néam?!

o site do marc dibeh está under construction, mas #ficadica

bullshitagem

“vc não eh mulher pra soh se divertir nem que vc queira!”
“vc não é mulher só pra pegação. vc é pra casar!”
essas e todas as frases com esse mesmo sentido
são o cumulo da bullshitagem…
nasci ontem, view…

pq?!
poha! quem acredita numa coisa dessas?!
acho que nem os caras que falam isso acreditam no que estão falando
se o cara te acha tão especial
a ponto de falar que vc é pra casar
pq caraleos ele não quer te beijar ou te comer?!

são várias as opções…
1. ele não te quer. fato, fato, fato. deal with it.
ou pq vc tá feia
ou pq vc tá gorda
ou pq ele não sente o mínimo de tesão por vc
ou pq vc não preenche os requisitos de sex godess dele

2. ele não sabe o que quer da vida.
ah vá! jura mesmo zza, que existem homens
que não sabem o que querem da vida?!
é gente! eles existem e não são poucos
inclusive tive o desprazer de conhecer mtos deles

3. ele tem medo de “perder a amizade”
e isso é mto, mto, mto delicado
mtas pessoas tem esse receio
mas falo com conhecimento de causa
estraga poha nenhuma!
é só os dois saberem que é sexo pelo sexo e ponto.

4. ele quer te manter debaixo da asa
sim… ele vai te xavecar eternamente
e levar vc no bico com esse papinho furado
até o dia que ele estiver sem nada pra fazer
ou carente ou descontente
e aí sim vai te chamar pra tomar umas e esticar

5. ele não sabe/consegue ser sincero com vc
aí é complicado…
ele gosta de vc, te acha “gente fina” (tem “elogio” pior que esse?!)
mas ele não consegue falar na real
que ele não tem a mínima vontade de ter algo a mais contigo
e aí, meu bain… ele fica nesse papinho furado…

ninguém aqui quer casar, saca
(pelo menos não agora)
então pq não deixar de ser babaca
e atender as necessidades e desejos das meninas?!

é braseeel… não é fácil!
o que fazer numa situação dessas
eu me pergunto e te pergunto…

run danuzza, run!

meninos que fazem isso… um recado pra vcs
vcs são rotulados de frouxos por nós mulheres
e de imbecis (e outras coisas impublicáveis) pelos machos decididos
#ficadica

_listenin’: i must not chase the boys [thunderpuss mix] – play

gozar nos faz crer em deus

li esse texto numa men’s health de 2006…
não achei o nome da autora… mas era uma gringa…
check it out!

É como o momento da explosão de uma cereja madura, o suco caindo pelas fendas. É como um veludo roxo em chamas. É um conhecimento absoluto e primitivo que nosso corpo adquiriu após longo tempo de prática. Nosso gozo sempre começa com um sussurro, um rumor, como acordes ou notas de uma canção que podemos perceber, mas não podemos ouvir bem e, definitivamente, não somos capazes de nomear.

Quando ele se aproxima, nós lhe puxamos para perto. É quando dizemos que o amamos, além de outras coisas que não se pode mencionar aqui. Nessa hora, não queremos que você pare e deixamos isso bem claro.

No final, a urgência rompe com a lógica. Enxergamos violeta atrás das pálpebras fechadas. É como se ouvíssemos o coração lá embaixo batendo tão alto que chega a doer. Tornam-se pontadas que enviam uma onda de euforia pelo corpo. Passa pelas veias como se fosse óleo, revestindo e curando todas as partes do nosso corpo. É tão forte que nos faz tremer. Às vezes parece que somos atiradas de cabeça numa espécie de sono induzido pelo ópio e ronronamos como gatas, incapazes de reagir. Em outras, ficamos eletrificadas e nos agitamos entre lençóis.

Por que choramos? Talvez seja pela mesma razão que uma criança chora quando acaba sua festa de aniversário e seus amigos vão embora para casa. Às vezes os nervos estão tão inundados de prazer que as sinapses acabam saindo pelos dutos lacrimais. Mas o corpo pode controlar. Nós choramos por uma espécie de gratidão religiosa, caídas na escada que leva ao altar, levantando os braços em agradecimento.

Alguns orgasmos são longos e extenuantes… e queimam o corpo – estes nos fazem acreditar em Deus. Sentimo-nos preenchidas imediatamente, indolentes e bêbadas como se tivéssemos participado de um banquete; outras vezes nos sentimos arrebatadas e exaustas, como se fôssemos objetos de um festim. Outro tipo de orgasmo, embora o protocolo tenha sido cumprido, nos faz querer o dinheiro de volta. Esses são orgasmos rasos, curtos e incertos.

Podemos castigar você se não chegarmos lá, merecendo ou não. Podemos virar o rosto no travesseiro e ficarmos em silêncio. Podemos ficar rígidas como um defunto, insensíveis a afagos e aconchego. Ou também podemos castigar a nós mesmas.

Queremos gozar para o nosso bem, mas também por você. Gostamos de lhe dar nossa parte, que é pura e real, porque adoramos quando você dá a sua. E quando gozamos juntos, então, deitamos ao seu lado em silêncio, sabendo que o quarto é o nosso reino.

_listenin’: justify my love _ madonna